As mensagens são analisadas sempre que são sinalizadas pelo sistema automático. Dado o alerta, são lidas pelos moderadores. Se o conteúdo, de facto, viola a política do Facebook, o moderador tem então permissão para agir. «Impedimos que essas mensagens continuem», explicou Zuckerberg em entrevista à Vox.

Ao contrário do WhatsApp, a popular plataforma de troca de mensagens adquirida pelo Facebook em 2014 por aproximadamente 19,4 milhões de dólares, o Messenger não fornece encriptação automática de conversas. Os utilizadores devem ativar a funcionalidade Conversas Secretas para garantir tal. Só aí, apenas os participantes na conversa conseguem ler as mensagens trocadas.

Um porta-voz do Facebook Messenger frisou que estas ferramentas de monotorização são úteis sobretudo para detetar situações de abuso de imagens infantis ou se um link carregar malware ou vírus.

Pin It