21 885 47 30 | geral@forum.pt

Pelo 2.º ano consecutivo, o programa de rádio de Nuno Calado ganha fôlego ao vivo. Tudo acontece a 19 de outubro, numa noite de partilha musical e de afetos para mais tarde recordar.

Há 22 anos que o projeto conduzido por Nuno Calado na Antena 3 ajuda a divulgar o que de mais alternativo se faz em Portugal (e não só) em termos musicais. Na sala de espetáculos LAV – Lisboa ao Vivo assim ficará provado através de uma seleção musical que inclui artistas nacionais de distintas gerações.

Bizarra Locomotiva, Cabrita (novo projeto a solo de João Cabrita), Nancy Knox e Plastica, Alguma Cena (Alex D’Alva Teixeira e Ricardo Martins), Anarchicks, Dead Club, Knot3 (Selma Uamusse e Toni Fortuna), Manu De La Roche, Pista, Rui Maia, The Act-Ups, The Dirty Coal Train, The Parkinsons e Vaiapraia são os nomes do cartaz desta segunda edição do Indiegente Live, um conceito que, quem sabe, poderá chegar a outras cidades em futuras edições. Esperamos que sim. É que o público que não é da capital já merecia ter acesso a estes momentos de música non stop, de enorme partilha e generosidade em palco, com os músicos misturando-se no alinhamento, defendendo temas alheios, mostrando respeito por estéticas que até podem nem ser propriamente as suas. 

Se, no ano passado, publicámos uma entrevista de carreira com Nuno Calado – uma conversa que podes (re)ler AQUI – desta feita demos voz aos músicos. Selecionados a convite do anfitrião, quisemos saber porque é que estes artistas decidiram participar, sem qualquer compensação financeira como contrapartida, nesta maratona sonora que começa pelas 22h00 e cujo bilhetes custam 15€ (antes) ou 20€ (porta).

Eis os depoimentos dos The Parkinsons, Vaiapraia e Anarchicks:

 

parkinsons

The Parkinsons (Victor Torpedo)
“É difícil em poucas palavras descrever o grande trabalho do Nuno Calado, do seu trajeto, da alma, das histórias e do suor que pôs e põe em cima de cada projeto em que se envolve. O ‘Indiegente’ é o seu filho maior, um monstro, uma bela narrativa, uma história com música. O ‘Indiegente’ é um percurso de luta… da luta por uma causa. A causa que eu próprio me dissolvo e me perco. Essa causa é a Música, a boa música, estrangeira ou nacional. A causa é a partilha, a partilha de bons sons, de belas histórias, da contínua aprendizagem e desejo de saber. É impossível ficar indiferente a este 'Indiegente', é impossível não ver e reconhecer a importância e a relevância do trabalho do seu grande progenitor. Obrigado, Nuno Calado, pela tua luta, pelo teu empenho, a tua ajuda, porque sem ti esta pátria malparida seria um lugar mais pobre e escuro. Obrigado por trazeres cor todas as noites, obrigado por dares brilho às ondas sonorosas que aquecem as nossas rádios.

 

vaiapraia

Vaiapraia (Rodrigo):
“Conheci o Nuno Calado pessoalmente há menos de um ano, quando fui ao programa dele, o ‘Indiegente’ na Antena 3. Senti que podia estar e falar com calma e como queria. O trabalho que ele tem feito é admirável, não só pela qualidade, mas pela constância e continuidade, coisas que não devem ser nunca desvalorizadas. O Indiegente Live é a festa dele, é um momento onde reúne de maneira altruísta músicos que andam por cá e que se expressam de maneira distinta dentro das várias linguagens que existem no termo amplo, questionável e plural que é o "rock". Para os estudantes que estão a ler isto, acho que o Nuno Calado seria um colega que estaria na tua primeira banda ou o colega que faria tudo para que a tua banda fosse para a frente e não acabasse... E quem diz banda, diz projeto artístico ou pessoal que muitas vezes não cabe num currículo tradicional... Começa hoje!”

 

anarchiks

Anarchicks (Helena Andrade)
“O programa ‘Indiegente’ é icónico, disso não temos dúvidas. Tem sido responsável por dar a conhecer inúmeras bandas e artistas do panorama musical português que possivelmente nunca teriam tido tempo de antena em outros espaços. Porque o Nuno é assim, generoso, carismático, não cria barreiras, com ele a música não tem limites, tudo é válido desde que se sinta. Foi ele uma das primeiras pessoas que sentiu Anarchicks, que ouviu as nossas músicas meio despenteadas e apostou em nós. O sentimento de gratidão e carinho para com o Nuno é imenso, estamos genuinamente felizes por termos a oportunidade de participar nesta grande festa que é o Indigente Live, juntamente com muitos outros artistas que admiramos. Vai ser sem dúvida um espetáculo muito divertido, a não perder!

(Foto de Nuno Calado por Francisco Levita/CML-ACL)

Pub FINDE_U
Pub Megafinalistas
Pub Lisboa Games Week
Últimas - Música
Música
22 Outubro 2019

Nova confirmação completa programação do Coliseu dos Recreios. A 22 e 23 de novembro passam também por lá Michael Kiwanuka, Slow J, Curtis Harding, Sinkane e HAUTE.

Música
21 Outubro 2019

Quem ainda não ouviu nas rádios nacionais ou em séries de TV temas como 'Honey' e 'Coming Back'? O autor desses hit singles é português, chama-se Noble e apresenta o disco de estreia 'Honey' a 22 de novembro, no Porto.

Música
21 Outubro 2019

Banda toca em Lisboa e Porto, de 11 a 14 de março, com dois concertos entre cada cidade e sempre com alinhamentos distintos.