21 885 47 30 | geral@forum.pt

A Reserva Natural das Berlengas celebra o seu 38.º aniversário, a 3 de setembro, com um dia aberto onde se incluem atividades da Semana Tanto Mar. Fica a saber tudo sobre a história e riqueza deste arquipélago. 

Ações de conservação da Natureza, visita à colónia de cagarras e batismo de mergulho (dos participantes da Semana Tanto Mar) serão alguns dos pontos altos da celebração do aniversário da Reserva Natural das Berlengas.

Esta reserva foi criada há 38 anos, com o objetivo de proteger a riqueza natural do arquipélago. Contudo, esta é uma preocupação bem mais antiga e começa há mais de cinco séculos. No século XV, esta tornou-se mesmo a primeira área protegida do país, depois de D. Afonso V proibir a caça na Berlenga Grande. 

Um total de três ilhas forma o arquipélago das Berlengas: para além da Berlenga Grande, existem ainda as ilhas Estelas e Farilhões. A ocupação humana da Berlenga Grande data, pelo menos, da era do Império Romano, em que foi baptizada como Ilha de Saturno. No início do século XVI, passa a ser habitada por monges da Ordem de São Jerónimo, com o objetivo de prestar auxílio às vítimas dos naufrágios. Será sobre as ruínas desse mosteiro que se construirá, durante o século XVII, o Forte de São João Baptista.

 

 

De acordo com informação disponibilizada pelo programa Ciência Viva, as Berlengas caracterizam-se pela composição de rochas magmáticas e metamórficas - granitos vermelhos bastante deformados, gnaisses e xistos. Pensa-se que se terão formado há cerca de 280 milhões de anos, durante a formação de uma importante cadeia de montanhas: a Cadeia Varisca. 

A mesma fonte coloca em evidência a importância deste arquipélago para a interpretação da própria história do planeta: "o arquipélago das Berlengas constitui um verdadeiro monumento geológico, registo importante da história da Terra e da formação dos continentes e dos oceanos". 

 

 

Simultaneamente, a riqueza da fauna, flora e arqueologia destas ilhas justificam também o seu título de Reserva Natural. O Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) destaca o "ecossistema insular, o valor biolótico da área marinha envolvente, o elevado interesse botânico, o papel da ilha em termos de avifauna marinha e a presença de interessante património subaquático" como fatores que pesaram na classificação do arquipélago como Reserva Natural, há 38 anos. 

Recentemente, a partir de 23 de maio deste ano, passou mesmo a ser estabelecido um limite de visitantes diário à ilha da Berlenga Grande: 550. Uma portaria da Secretaria de Estado do Ordenamento do Território e Proteção da Natureza explica que o limite se justifica "pela existência de espécies e habitats naturais 'sensíveis' e a pequena dimensão terrestre do arquipélago, que obriga a haver condicionantes de segurança das pessoas e serviços de apoio em funcionamento".

 

A partir de 23 de maio deste ano, passou a ser estabelecido
um limite de visitantes diário à ilha da Berlenga Grande: 550

 

A Berlenga Grande é palco de um dos dias da Semana Tanto Mar: a Academia Forum promovida com o apoio da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de Peniche. Durante cinco dias, cinquenta estudantes vão poder conhecer tudo o que mar tem para oferecer, de 2 a 7 de setembro, durante a sua décima edição. Fica a saber mais aqui: http://www.tantomar.forum.pt/

 

 

Pub Megafinalistas
Pub Lisboa Games Week
Pub FINDE_U
Últimas - Viagens
Viagens
08 Outubro 2019

Evento anima Centro de Congressos de Lisboa, de 8 a 11 de outubro. Para o ano a nossa capital será de novo cenário desta iniciativa.

Viagens
27 Agosto 2019

A Reserva Natural das Berlengas celebra o seu 38.º aniversário, a 3 de setembro, com um dia aberto onde se incluem atividades da Semana Tanto Mar. Fica a saber tudo sobre a história e riqueza deste arquipélago. 

Viagens
16 Maio 2019

Muitas vezes sozinho, algumas de bicicleta, Rui Daniel Silva já conta com 143 países no seu registo de viagens.