A 1ª edição da Lisbon Winter School for the Study of Communication pretende debater, numa perspetiva global, o fenómeno do populismo contemporâneo, percebendo de que modo este utiliza a comunicação mediada, do jornalismo aos meios digitais, para chegar ao poder.

"Nos últimos anos os movimentos populistas têm emergido em diferentes regiões do globo, com o aparecimento de líderes que se apresentam como os únicos representantes da vontade do povo e que utilizam um discurso nacionalista e polarizador. Embora o populismo assuma diferentes características em diferentes continentes, há algo em comum: o facto de todos utilizarem intensivamente os meios de comunicação para fazerem chegar as suas mensagens à opinião pública" explica Nelson Ribeiro, diretor da FCH e responsável pela organização da Lisbon Winter School.

Entre os palestrantes destacam-se Barbie Zelizer (University of Pennsylvania e diretora do Centro Media@Risk), Silvio Waisbord (George Washington University), Sarah BanetWeiser (Dean da London School of Economics & Political Sciences), Ruth Wodak (University of Lancaster), Risto Kunelius (University of Helsinki), Francis Lee (Dean da Chinese University of Hong Kong) e Karin Wahl-Jorgensen (University of Cardiff).

A Lisbon Winter School for the Study of Communication é uma iniciativa do Centro de Estudos de Comunicação e Cultura e do Programa Doutoral em Ciências da Comunicação da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa, em parceria com a Annenberg School for Communication (University of Pennsylvania) e a Chinese University of Hong Kong. Esta 1.ª edição juntará cerca de 80 participantes de 4 continentes num fórum de discussão que contará com a participação de estudantes de doutoramento e dos nomes mais reputados dos estudos dos media e do populismo a nível global. A Lisbon Winter School terá lugar no Palácio Foz, na Pousada de Lisboa e na Universidade Católica Portuguesa.

Mais informações aqui.

 

{module PUB_2}

{module ALWAYS_ON_2}

Pin It