No verão, Portugal transforma-se num verdadeiro itinerário festivaleiro, sobretudo no interior do país, onde a música se sobrepõe aos sons da natureza. Mas o interior não é só festivais de verão!

As novas formas de fazer agricultura e com os olhos postos no mercado têm ganho espaço no interior do país, por ser um local com boas condições edafoclimáticas, ou seja, o clima, o relevo, a temperatura ou o tipo de solo são mais adequados.

Para teres uma noção, as atividades agrícolas e a produção animal têm um grande impacto na economia de um país e estão diretamente relacionadas com a exploração, o tratamento e a colheita das culturas e das pastagens, bem como com a alimentação e a criação de pecuários.

 


 

Se quiseres saber mais sobre os referenciais de formação dos cursos profissionais, ou seja os objetivos e a sua estrutura, consulta o Catálogo Nacional de Qualificações, através do site www.catalogo.anqep.gov.pt.

 


 

Ser agricultor não é o teu sonho e provavelmente ficas mais entusiasmado quando ouves falar das coisas futuristas que é possível fazer com um drone. Mas sabias que as tecnologias e a digitalização podem beneficiar a produtividade e a eficiência da produção agrícola e animal?

Esta área de educação e formação engloba um conjunto de cursos profissionais, de nível 4 do Quadro Nacional de Qualificações, que privilegiam o contacto com a natureza. Vem descobrir se o teu futuro profissional está numa destas possibilidades!

#1 Técnico Apícola

Para ser apicultor não basta gostar de abelhas, é preciso adquirir um conjunto de conhecimentos ao nível da anatomia, fisiologia e biologia das abelhas, bem como aprender as técnicas que permitem instalar e manter, de forma sustentável e saudável, um apiário de produção.

Aprender a colaborar na planificação do apiário de acordo com os objetivos pretendidos e a legislação em vigor, realizar o controlo da enxameação e das doenças da colónia, bem como desenvolver tarefas inerentes à produção de mel e de outros produtos apícolas são algumas das coisas que irás aprender no decorrer dos três anos do curso profissional de Técnico Apícola.

Ao concluíres este percurso formativo estarás apto a gerir e implementar as tarefas relativas à produção, proteção, manutenção e exploração de colónias de abelhas no espaço rural, de acordo com as normas de qualidade dos produtos apícolas e de segurança e saúde no trabalho, tendo como objetivo a comercialização dos produtos da exploração apícola.

#2 Técnico de Gestão Equina

Gestão equina não significa formar atletas de alta competição em hipismo, embora o picadeiro seja o local de eleição para a aprendizagem neste curso.

Durante a formação, vais perceber como se prepara e utiliza um cavalo nas diferentes modalidades equestres, aplicando e respeitando as normas de proteção e bem­estar animal e de segurança e saúde no trabalho, assim como vais adquirir conhecimentos para executar atividades de planeamento, organização e gestão de coudelarias, colaborar na gestão pedagógica dos centros hípicos ou das escolas de equitação e organizar provas hípicas.

O curso de Técnico de Gestão Equina é o passaporte para trabalhares como tratador de cavalos, gestor de coudelarias ou professor de equitação.

#3 Técnico de Produção Agropecuária

A produção agropecuária não se resume a semear, plantar e tratar de animais. Durante o curso, verás que mais do que o contacto com a natureza, o Técnico de Produção Agropecuária terá de gerir uma exploração agrícola ou pecuária. As suas principais funções são implementar o plano anual da exploração e garantir alguns aspetos associados à produção e ao cumprimento de normas de proteção e bem­estar animal e de qualidade dos produtos, de segurança alimentar, de saúde pública e de segurança e saúde no trabalho.

Este profissional conduz tratores e outros veículos agrícolas e estabelece o contacto com os fornecedores, além de desempenhar algumas tarefas de cariz mais administrativo, como elaborar relatórios, controlar a execução dos orçamentos e identificar novos mercados para a expansão do negócio.

No final deste curso profissional serás capaz de desempenhar funções ao nível da gestão de empresas ou associações agrícolas, trabalhar em zonas agrárias, em unidades agroindustriais ou ser um empresário agrícola (jovem agricultor).

 

#4 Técnico Vitivinícola

O curso de Técnico Vitivinícola prepara-te para estares apto a orientar e intervir em todas as operações desde a cultura da vinha até ao engarrafamento, incluindo a colheita de uvas, os processos de vinificação, armazenamento e envelhecimento, respeitando e implementando todas as práticas necessárias para garantir a qualidade do vinho.

Com esta qualificação poderás trabalhar como responsável pela vinha de uma exploração vitivinícola, gerir stocks de uma adega, desempenhar funções de coordenador de equipas de trabalho em vinhas e adegas, realizar a escanção de vinhos e aguardentes, bem como realizar análises de controlo de qualidade de vinhos em laboratórios, ou vender vinhos e produtos vitivinícolas.