Estudantes solicitam diminuição do valor da propina

  

 

people-2593593 960 720

O Encontro Nacional de Direções Associativas (ENDA) decorreu no último fim-de-semana. O pedido ao Governo para a diminuição do valor da propina está entre as principais conclusões aprovadas.  

Durante dois dias, na Escola de Medicina da Universidade do Minho, estiveram reunidas as várias Direções Associativas que compõem o Movimento Associativo Estudantil Nacional do Ensino Superior. Em comunicado, este Movimento explica que o principal objetivo passou por "debater posições que versam sobre diferentes áreas do Ensino Superio", tendo em vista a apresentação de posições conjuntas. 

Assim, entre as conclusões aprovadas neste ENDA, a organização destaca o pedido feito ao Governo para a inclusão de uma norma na Lei do Orçamento de Estado para 2018 "que preveja que o valor total das propinas cobradas pelas instituições de ensino públicas", não possa ser "superior a 949,32€", durante os próximos dois anos letivos. Este valor foi calculado com recurso a dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), aplicando o Índice de Preços no Consumidor. 

A Ação Social também esteve em destaque na discussão, sendo exigida ao Governo uma "resposta célere à problemática do mercado de habitação e das residências universitárias", bem como um maior controlo e relativamente "à realidade do desperdício e perdas alimentarares nas Instituições de Ensino Superior". 

Durante esta reunião, foram ainda eleitos os representantes dos estudantes no Conselho Consultivo da Agência de Acreditação A3ES e no Coselho Nacional de Educação. O próximo encontro terá lugar nos dias 16 e 17 de dezembro, na Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa.