Energias Sustentáveis com o IPS

  

Reunião de Trabalho TESSe2b

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) apresentou a 7 de abril, o projeto europeu de energia TESSe2b (Thermal Energy Storage Systems for Energy Efficient Buildings), financiado pelo programa Horizonte 2020.

Esta investigação visa a sustentabilidade energética das habitações com recurso às energias renováveis, refere o IPS em comunicado, instituição que também dirige a coordenação do projeto. Conta com um investimento de 4,3 milhões de euros, pelo H2020.

Luís Coelho, docente da ESTSetúbal (IPS), coordena a equipa de investigação, em parceria com dez outras entidades, desde universidades, empresas e associações, de oito países europeus. O projeto terá a duração de quatro anos.

O TESSe2b tem como objetivo aumentar a eficiência energética entre 25 a 30% e é também uma aposta na redução de custos das faturas energéticas. Neste sentido o projeto tenciona desenvolver um equipamento que permita climatizar habitações e aquecer águas sanitárias, através do armazenamento térmico de energia e fazendo recurso às energias solar e geotérmica, revela Luís Coelho, o coordenador do projeto.

Conferência de Imprensa - Apresentação do Projeto TESSe2ba

Visto que atualmente não existem soluções que permitam armazenar o calor ou frio com o máximo de eficiência, esta iniciativa define-se como um desafio que vai permitir a criação de um "sistema inovador usando a nanotecnologia e diferentes tipos de tecnologias para conseguir tornar o armazenamento praticável e mais eficiente", acrescenta o docente.

A fim de testar a sua capacidade funcionamento e adaptação a diferentes realidades climatéricas vão ser implementados três protótipos do TESSe2b (Chipre, Espanha, Áustria). O alvo é a comercialização do equipamento no ano de 2020.

A utilização de energias renováveis está na ordem do dia, no contexto europeu, sendo que este dispositivo poderá ajudar Portugal a cumprir as metas definidas para a redução do consumo energético e contribuir para um ambiente mais sustentável, assim como o fomentar da economia nacional.