Sara Ganim vence prémio Pulitzer

  

Sara_Ganim

Sara Ganim, a jovem jornalista e a equipa do The Patriot-News foram distinguidos pela cobertura de um escândalo  de abusos sexuais de menores. Com apenas 24 anos e a persistência que lhe valeu o prémio Pulitzer a jornalista Sara Ganim e a equipa do The Patriots-News, da Pensilvânia, foram distinguidos com o mais prestigioso prémio de jornalismo no mundo na categoria de Reportagem Local.

Na sua reportagem a jornalista descortinou um escândalo de abusos sexuais a menores na Universidade de Penn State. Segundo o Poynter Institute, Ganim começou a investigar a história aos 22 anos, muito antes de o caso ganhar impacto nacional. Com este prémio, torna-se uma das jornalistas mais novas a vencer um Pulitzer.

No seu site pessoal, Sara Ganim conta que é repórter desde os 15 anos. Licenciada em 2008 pela Universidade de Penn State (onde foi professora assistente), estagiou na Associated Press e começou a escrever sobre crimes e justiça no Centre Daily Times. O ano passado, integrou a equipa do "The Patriot News" precisamente nessa área. No seu curto percurso, já recebeu vários prémios pelos seus trabalhos.