Portugal Social On The Road #2: Recuperar em conjunto

  

 

PSORdia2 7

No segundo dia da Academia que viaja pelo mundo da Economia Social, uma única paragem: Castelo de Paiva. A manhã e a tarde de hoje foram passadas num complexo turístico a que estão ligadas duas cooperativas locais: a CooperatiPaiva e a DouroCater.

Situado na parte oriental de Castelo de Paiva, o Hotel Rural Casa de São Pedro esconde, para lá do seu portão, muito mais do apenas um local de dormida. Ao longo de cerca de sete hectares, é possível encontrar explorações agrícolas, criação de animais e até um picadeiro em construção. 

Se hoje esta é a realidade deste local, a situação era bem diferente há cinco anos atrás. Nessa altura, o hotel – uma exploração do setor privado – estava “num processo de deterioração”, recorda o representante da CooperatiPaiva, Lino Pereira. Foi então que foi colocado a duas associações locais o desafio de criar uma cooperativa que fizesse a gestão do Hotel e dos espaços envolventes.


PSORdia2 5
PSORdia2 9

O resultado foi a CooperatiPaiva e, garante Lino Pereira, o sucesso na resposta a este desafio. Cinco anos passados, a cooperativa preparar-se para comprar o espaço, garante, acrescentando: “isso é sinal de uma recuperação bem-sucedida”. Para além da atividade turística, a cooperativa explora o espaço envolvente para atividades de formação, parcerias com outras entidades e ainda visitas de escolas.

A par da recuperação de um espaço abandonado, acrescenta, o trabalho realizado por esta cooperativa permitiu a criação de postos de trabalho. Tudo razões que levam Lino Pereira a realçar aquela que destaca como uma das principais mensagens a reter por parte dos participantes do Portugal Social On The Road: “só é possível quando lutamos pelos nossos objetivos – temos de lutar por tudo, caso contrário, não estaríamos aqui agora”.

A visita do PsoTR
O dia de hoje foi passado neste complexo turístico, onde os participantes do Portugal Social On The Road tiveram a oportunidade de conhecer, igualmente, a Cooperativa DouroCater – um dos projetos implementados no âmbito da primeira edição do CoopJovem, em 2014.

PSORdia2 1

Neste processo, destacou o representante Mário Moreira, é essencial a elaboração de um plano de negócios coerente. “Não é suficiente explicar a ideia. É necessário mostrar que é viável”. Outro dos conselhos, acrescentou, está na procura de apoio técnico, em locais, muitas vezes, que nos surpreendem, uma vez que “há detalhes técnicos ou burocráticos que podem ser decisivos para o avançar ou parar de um projeto”. 

A DouroCater é uma cooperativa de serviços, centrada na área do catering, e que, por isso, tem bastantes afinidades com a atividade do Hotel Rural Casa São Pedro. Uma afinidade que nasce também da formação ministrada por uma das associações que compõe a CooperatiPaiva.

PSORdia2 10

O dia contou também com a presença do Presidente do Conselho Local de Ação Social de Castelo de Paiva – a rede social onde as diferentes entidades do munícipio que operam no setor se articulam. José Manuel de Carvalho destacou este espaço como “um exemplo de como uma adversidade se pode transformar numa oportunidade”.

Referindo-se ao trabalho realizado no âmbito do CLAS, o seu presidente destacou ainda a “necessidade de desenvolver parcerias” como esta. Quanto à experiência de hoje dos participantes do Portugal Social, deixou um desejo: “Que o conhecimento de boas-práticas seja útil para os vossos projetos”.