Tourism Academy #2: da Natureza ao Património

  

 

DIA2TA 5

O segundo dia da Tourism Academy foi do Parque Biológico da Serra das Meadas a alguns dos pontos mais emblemáticos da cidade.


O dia começou com uma visita ao Parque Biológico da Serra das Meadas. À medida que os participantes da Tourism Academy percorriam os trilhos, as espécies de animais sucediam-se: veados, cavalos, raposas, milhafres ou até jiboias. 

Todos estes animais são acolhidos pelo Parque Biológico da Serra das Meadas. Conforme explicou o biológo deste Parque Biológio, Alexandre Hoffmann, "estes são animais irrecuperáveis e que, por isso, são acolhidos".

DIA2TA 2

DIA2TA 1

A diferença de um parque biológico para um jardim zoológico, acrescentou, é que o primeiro acolhe apenas espécies autóctones. No caso do Parque Biológico da Serra das Meadas foram abertas apenas duas exceções: as jiboias e as tartarugas-de-orelhas-vermelhas. As jiboias por terem sido encontradas numa situação ilegal e as tartarugas por serem uma espécie invasora, que poderia influenciar o equilíbrio do ecossistema. 

O dia continuou com uma visita a alguns dos pontos mais emblemáticos da cidade de Lamego como o Santuário da Senhora dos Remédios, a Sé Catedral, o Teatro de Lamego ou o Museu de Lamego. Estes monumentos, sublinhou o técnico de turismo, António Santos, atestam a importância da cidade na definição da cultura e território nacionais. O facto de ser a única diocese que não é, simultaneamente, capital de distrito demonstra a relevância da Igreja no desenvolvimento da cidade. Dos monumentos visitados, por exemplo, três deles partilham essa herança. 

DIA2TA 6

DIA2TA 4

A terminar o dia, não faltou a oportunidade de um mergulho nas Piscinas Municipais de Lamego.